logo

Blog

29/05/2018

Os Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs) na Agricultura de Precisão

Os VANTs são a grande promessa da Agricultura de Precisão (AP)

A Agricultura de Precisão (AP) já é uma realidade e vem crescendo cada vez mais ao redor do mundo. Apesar de existirem registros teóricos sobre o assunto desde a década de 20 nos Estados Unidos, ele foi mais difundido nos anos 80, devido aos avanços do sistema de posicionamento geográfico, no entanto, no Brasil as primeiras pesquisas sobre o tema foram feitas apenas no início da década seguinte. Os Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs) são aeronaves pequenas, controladas remotamente ou automaticamente que surgiram para agregar e evoluir a AP. Com o avanço da tecnologia, eles tornaram-se cada vez mais utilizados, principalmente pelo tamanho dos equipamentos e pela sua capacidade de executar tarefas, mais conhecidas como missões, como mapear, monitorar, fotografar, entre outras. Apesar da evolução constante, o desenvolvimento dos VANTs ainda se encontra em fase embrionária, no entanto, com a melhoria nas tecnologias empregadas tais veículos são considerados uma grande promessa. Pesquisas em áreas como células de combustíveis, memória e laser, irão aquecer o mercado e proporcionar novas aplicações. Segundo Artioli & beloni (2016), esse modelo de prestação de serviço no agronegócio brasileiro é muito promissor, já que existe uma grande parcela de produtores interessados em fazer uso dessa tecnologia. Mas ainda há pouca informação sobre os tipos de equipamentos e o que eles proporcionam, além do fator relacionado ao custo de aquisição, que ainda é muito elevado. É fato que os rendimentos na agricultura podem dar um salto considerável com a implementação dos VANTs, mas para que isso aconteça e que os produtores possam gozar dos benefícios, ainda é preciso muita pesquisa, tanto na esfera privada quanto na pública, além da diminuição dos valores iniciais. Por Leandro Alfonsi

Voltar