logo

Blog

07/02/2018

Qual a manutenção mais indicada ao seu maquinário agrícola?

A manutenção correta de seu maquinário pode fazer a diferença na garantia de uma boa safra.

Neste mês de janeiro deu-se início a safra de grãos no Mato Grosso, com estimativa de colheita de mais de 30 milhões de toneladas, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuário (IMEA). Apesar dos esforços dos produtores em garantir que a produção seja alta (investimento em tecnologias, agricultura de precisão, irrigação com pivô, sensoriamento remoto), tais medidas podem não surtir efeito quando toda a mecanização, seja para plantio, pulverização ou colheita, não recebe as devidas manutenções. O tempo de paradas dos maquinários influenciam diretamente na produtividade rural, sendo que calor, impureza e desgaste são fatores que devem ser protegidos nas máquinas, visando evitar ou diminuir essas paradas. O uso de lubrificantes corretos, a troca dos elementos de filtragem, a limpeza e checagem periódica dos diversos sistemas dos maquinários são a chave para manter a alta disponibilidade das máquinas durante todo o processo de uma cultura, desde o preparo do solo até a colheita. A forma como as manutenções são realizadas caracterizam os diversos tipos de manutenções que existem: 1. Manutenção preditiva: intervenção feita com o objetivo de prevenir falhas nos equipamentos através de vários acompanhamentos. Exemplo: o acompanhamento da altura das garras dos pneus para a sua troca quando o parâmetro atingir um valor preestabelecido. 2. Manutenção corretiva: intervenção feita devido ao desempenho menor que o esperado ou correção de falha, tendo corretiva planejada e não planejada. Exemplo: maquinário que quebrou de repente (manutenção corretiva não planejada) ou detecção prévia da diminuição do desempenho do maquinário (manutenção corretiva planejada). 3. Manutenção preventiva: intervenção feita para diminuir ou evitar a falha ou queda no desempenho, obedecendo a um plano previamente elaborado (pelo fabricante, geralmente), baseada em intervalos definidos de tempo. Exemplo: a cada 10 horas verificar o nível de óleo lubrificante do motor. Por isso, para

Voltar